Postado em 03 de Maio de 2022 às 16h25

Expectativas de vendas são positivas para o Dia das Mães

  • MB Comunicação Empresarial e Organizacional -
  • MB Comunicação Empresarial e Organizacional -
Considerada uma das datas mais esperadas pelo comércio, o Dia das Mães promete fortalecer as vendas no comércio chapecoense. O município está entre os seis que fazem parte da pesquisa de intenção de compras realizada pela Fecomércio SC. De acordo com o levantamento, os consumidores pretendem gastar, em média, R$ 196,64, alta de 21% diante do ano anterior.
O presidente da CDL Chapecó, Clóvis Afonso Spohr, frisa que o município vive um bom momento em relação à geração de empregos e isso é fundamental para movimentar a economia. Realça que, segundo dados da Prefeitura de Chapecó, o saldo de vagas novas neste ano é de 2.521. “Além de termos setores consolidados como agroindústria, construção civil, comércio e agronegócio, temos o privilégio de contar com excelentes potenciais de investimento em diversas áreas, o que atrai investidores e, consequentemente, aumenta a oferta de emprego. Isso reflete no desenvolvimento econômico e, tudo indica, que as vendas serão positivas nesta data tão significativa para as famílias e tão importante para o comércio, já que é a segunda que mais se destaca no ano, perdendo apenas para o Natal”.
Spohr lembra, ainda, que segundo o estudo da Fecomércio, pelo menos setes em cada dez consumidores devem ir às lojas nesta semana. Os dados apontam que as redes sociais (33,4%) são os meios de divulgação que mais influenciam na escolha do estabelecimento, à frente das vitrines (27,0%). O comércio de rua permanece como principal destino de compras (55,1%), alta de 4,5 p.p. frente ao ano anterior, seguido por shoppings centers (21,7%). A internet, que ganhou espaço desde o início da pandemia - de 3,8% em 2019 para 19,3% em 2021- representa 17,7% neste ano.
Lideram a lista de presentes roupas (30,7%), perfumes/cosméticos (16,6%) e calçados/bolsas (13,5%). Uma fatia considerável dos consumidores (16,6%) ainda está indecisa. Nos anos pré-pandemia os percentuais estavam abaixo dos 10% (3,7% em 2019 e 6,9% em 2018). Um aspecto que impacta diretamente no poder de compra dos consumidores é a inflação. Para adequar o presente ao orçamento, 79,4% devem realizar pesquisa de preço - 3,3 p.p. acima do ano passado e maior resultado para a data desde 2018. 

Veja também

A Reforma Tributária entre o ideal e o possível12/07/23 Arthur Pattussi Bedin. Advogado, Mestre em Direito Tributário pela Universidade de Coimbra (Portugal). Rafael Zanardo Tagliari. Advogado, mestrando em Direito pela Universidade de São Paulo (USP)....
Antibióticos: controle é fundamental para evitar uso inadequado20/05/19 Sabe-se que o uso inadequado de antibióticos permite que as bactérias desenvolvam resistência a essas drogas, dificultando e encarecendo o tratamento de infecções. Como os antibióticos são bastante usados na......

Voltar para (Blog)