Postado em 07 de Novembro às 15h41

Secretaria da Agricultura se une ao setor produtivo para fortalecer a pesca em Santa Catarina

Foco na pesca. Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural se aproxima do setor produtivo para fortalecer a aquicultura e pesca em Santa Catarina. Nesta quarta-feira (6) o secretário Ricardo de Gouvêa esteve em Itajaí para reunião de trabalho com o presidente do Sindipi, Jorge Neves; o presidente do Sintrapesca, José Henrique Pereira; e com o chefe de Divisão da Superintendência Federal do Ministério da Agricultura em Santa Catarina, José Henrique dos Santos.
            Durante o encontro, foram discutidas as principais demandas do setor: subvenção do Governo Federal e manutenção da isenção do ICMS pelo Governo Estadual para o óleo diesel, utilizado nas embarcações de pesca industrial, e abertura de linhas de crédito para o setor pesqueiro.
            “A pesca é uma área muito importante para a economia de Santa Catarina e nós precisamos evoluir em algumas questões. Principalmente, na busca de apoio do Governo Federal e linhas de crédito para modernização do setor”, ressalta o secretário Ricardo de Gouvêa.
            “Essa aproximação é primordial para o setor pesqueiro, esse é o primeiro passo para o que esperamos ser uma duradoura e próspera parceria”, afirmou o presidente do Sindipi, Jorge Neves.
            O roteiro em Itajaí contou ainda com visita ao Mercado Público Municipal e a empresa Costa Sul Pescados. “Foi um dia produtivo de trabalho e também de aproximação com o setor. Santa Catarina é o maior polo pesqueiro do país e temos oportunidades de crescer ainda mais, agregando valor aos produtos e levando mais renda aos pescadores”, destaca Gouvêa.
            Fortalecimento da pesca e maricultura
            A Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural e suas empresas vinculadas - Epagri, Cidasc e Ceasa – trabalham para fortalecer e estruturar o setor pesqueiro e a maricultura em Santa Catarina. Entre as ações previstas estão a estruturação das cadeias produtivas, a rastreabilidade dos produtos e o apoio na criação de regulamentações que tragam mais segurança ao setor.
            Além disso, a Secretaria da Agricultura trabalha em oito projetos para captação de recursos do Governo Federal em prol do fortalecimento da pesca e aquicultura.
Pesca em Santa Catarina
            Santa Catarina têm 7% do litoral brasileiro e 337 localidades onde ocorre a pesca artesanal, envolvendo aproximadamente 25 mil pessoas. Maior pólo pesqueiro do país, o estado conta ainda com 700 embarcações de pesca industrial e o setor gera em torno de 10 mil empregos diretos.
Os pescados catarinenses estão presentes também no mercado internacional. De acordo com o Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), o valor das exportações catarinenses de pescado totalizou US$ 26,7 milhões em 2018.
Seguem mais informações e fotos. Créditos:Jéssica Feller/Sindipi



Informações adicionais:
Ana Ceron      
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural
Fone: (48)-3664-4417/(48) 98843-4996

Veja também

Família muda rotina de trabalho a partir da organização da propriedade19/11 Uma propriedade em fase de sucessão familiar e na qual a família percebe a necessidade urgente de melhorias. Assim era a situação da empresa rural da Família Ruscheinsky & De Marchi no momento em que decidiram participar do curso “De Olho na Qualidade Rural”. A ação, que faz parte do Projeto “Encadeamento Produtivo Aurora Alimentos –......
EM JUNHO: Senar/SC promove 62 cursos gratuitos na região Sul06/06 A importância do processamento e da transformação de alimentos, segurança alimentar e o processamento de embutidos cruz e cozidos, reestruturados, fermentados e curados de carne de frango. Esses são alguns dos pontos......

Voltar para (Blog)