Postado em 05 de Agosto às 17h07

Nesta quinta-feira: Sebrae/SC lança projetos na área do leite e bioeconomia em Extremo Oeste

Dois importantes projetos do Sebrae/SC serão lançados nesta quinta-feira (8) no Extremo Oeste catarinense. Um deles é o de Bioeconomia que será apresentado às 9h30 na Câmara de Vereadores de Guarujá do Sul. A iniciativa conta com a parceria da Cooperativa de Produtos da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Cooperflor) e da Prefeitura. O outro evento, será às 14 horas, no auditório da Sulcredi em São Miguel do Oeste, e marcará o lançamento do Projeto de Desenvolvimento da Bacia Leiteira da Central Fronteira Oeste e afiliadas, que também tem a Sulcredi entre os parceiros. Os dois atos terão a participação dos diretores do Sebrae/SC, Anacleto Ortigara (diretor de administração e finanças) e Luc Pinheiro (diretor técnico).
O projeto Bioeconomia visa elevar a competitividade e a sustentabilidade dos pequenos negócios da cadeia do leite orgânico da região Extremo Oeste, promovendo um modelo de desenvolvimento baseado na inovação tecnológica e melhoria da qualidade da produção, com duração de 12 meses.
O público-alvo compreende pequenos negócios que trabalham na cadeia do leite orgânico em 23 municípios: Anchieta, Bandeirante, Barria Bonita, Belmonte, Descanso, Dionísio Cerqueira, Guaraciaba, Guarujá do Sul, Iporã do Oeste, Itapiranga, Mondaí, Palma Sola, Paraíso, Princesa, São Miguel do Oeste, Santa Helena, São João do Oeste, São José do Cedro e Tunápolis, Caibi, Palmitos, Iraceminha, Flor do Sertão e Romelândia.
De acordo com o gerente regional Extremo Oeste do Sebrae/SC, Udo Martin Trennepohl, a demanda por produtos orgânicos apresenta elevação a cada ano, uma vez que os consumidores estão cada vez mais exigentes, buscando produtos de procedência e vindos de sistemas que primam pela sustentabilidade. “O leite orgânico difere-se por não conter resíduos químicos de qualquer espécie, porém com o mesmo sabor e valor nutritivo. No Brasil, a demanda é maior do que a oferta, o que favorece uma vantagem competitiva. Por isso, o projeto agregará valor e diferenciais à matéria-prima”, complementa.
Entre os resultados esperados com o projeto estão: aumentar em 40% o número de empresas participantes das consultorias tecnológicas que a partir da intervenção do Sebrae inserem novas práticas sustentáveis em relação ao meio ambiente até maio de 2020; ampliar em 40% as empresas participantes com produtos, serviços ou processos novos ou aperfeiçoados; e adicionar em 10% o valor médio do produto comercializado até maio de 2020.
DESENVOLVIMENTO DA BACIA LEITEIRA
O Projeto de Desenvolvimento da Bacia Leiteira da Cooperfronteira e afiliadas tem como objetivo desenvolver consultoria tecnológica em um processo de inovação e gestão das propriedades leiteiras. A consultoria contemplará um diagnóstico qualitativo do leite, baseado em análises laboratoriais e um diagnóstico reprodutivo do plantel, com pesquisas de campo.
Neste projeto serão contempladas quatro cooperativas: Cooperativa da Agricultura Familiar Camponesa e de Economia Solidária de Anchieta (Cooperanchieta) com 25 produtores; Cooperativa de Organização da Produção Industrialização Ângelo Berti Machado de Dionísio Cerqueira (Coopercarb) com 35 produtores; Cooperativa de Agricultores e Produção Agroindustrial Familiar de Caibi (Coapafac) com 30 produtores e Cooperativa da Agricultura Familiar Cooperdagua (Cooperdagua) com 35 produtores.
O presidente da Central Fronteira Oeste, Moacir Bernardi, ressalta que a proposta consiste na prestação de assistência técnica e extensão rural diretamente em propriedades rurais, levando informações tecnológicas e orientações, visando a produção de leite de qualidade e um melhor manejo reprodutivo do rebanho.
Na qualidade do leite será trabalhada a higiene na ordenha e na limpeza de máquinas e equipamentos, controle do resfriamento do leite, controle de mamite e mastite, descarte de leite de animais doentes ou contaminados, além de outras orientações que resultem na melhoria da qualidade do leite.
O controle reprodutivo do rebanho tratará sobre descarte de animais com dificuldades de prenhes ou com repetição de cio, descarte de animais velhos, vacinação para controlar doenças que afetam a reprodução e que resultem num melhor sincronismo e controle reprodutivo.

1º Evento: Projeto Bioeconomia
Horário: 9h30
Local: Câmara de Vereadores de Guarujá do Sul
Parcerias: Sebrae/SC, Cooperflor e Prefeitura de Guarujá do Sul.
 
2º Evento: Lançamento do Projeto de Desenvolvimento da Bacia Leiteura da Cooperfronteira e afiliadas
Horário: 14 horas, auditório da Sulcredi em São Miguel do Oeste
 Local: Auditório Prefeitura Municipal de Caibi
 Parcerias: Sebrae e Sulcredi.

Veja também

Voltar para (Blog)