Postado em 27 de Janeiro às 16h20

CAPP receberá mais de R$ 34 mil para a construção da nova sede

Fort Atacadista de Chapecó arrecadou o valor por meio do programa Troco Solidário

O Centro Associativo de Atividades Psicofísicas Patrick (CAPP) contou com o apoio do Fort Atacadista de Chapecó para arrecadar recursos para construir a sua nova sede. A loja da rede do Grupo Pereira acumulou R$ 34.328,99 reais, por meio do programa Troco Solidário. O valor arrecadado na venda de sacolas aos clientes também foi revertido ao CAPP e a entrega do recurso será agendada nos próximos dias. “É uma imensa satisfação contribuir com as atividades dessa instituição que desenvolve um belo trabalho em benefício da comunidade, promovendo a inclusão e a cidadania”, destacou o gerente regional do Fort Atacadista, Lucas Assis.
O CAPP atende mais de 300 pessoas com deficiência intelectual, múltiplas, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Altas Habilidades e Superdotação (AH/SD). Em média, realiza 25 mil atendimentos ao ano. Os educandos são encaminhados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e recebem atendimento da entidade em quatro aspectos: saúde, assistência social, altas habilidades/superdotação e educação especial.
“Atualmente, o CAPP desenvolve atividades em duas estruturas que não comportam mais a demanda para os educandos. Além disso, ainda há um número significativo de pessoas que aguardam atendimentos nas filas do SUS. Por isso é tão importante essa contribuição para construirmos uma nova estrutura”, afirmou a professora do CAPP Rosely Scheid.
CAPP                                                            
Na área de saúde os serviços oferecidos são fisioterapia, hidroterapia, pedia suit (macacão terapêutico), fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia, neuropediatria, equoterapia (terapia com cavalos), cinoterapia (terapia com cães) e avaliação interdisciplinar.
A assistência social oferece acolhimento às famílias. Também forma grupos de apoio envolvendo, contribui para o fortalecimento de vínculos, orienta e auxilia no encaminhamento de benefícios como redução de jornada de trabalho e passe livre municipal, intermunicipal e interestadual.
Entre os serviços AH/SD estão as oficinas de pipoca (atividades exploratórias), artes, lógico-matemática, robótica educacional, práticas corporais, queda livre envolvendo física e astronomia, Entre Prosas e Versos os alunos trabalham a língua portuguesa e Poéticas do Corpo.
A educação especial oferece atividades de estimulação precoce, Programa de Atividades Laborais (Proal), Serviço Pedagógico Específico (SPE), Serviço de Atendimento Específico (SAE), serviços de TEA, informática educativa, educação física adaptada, oficina de ritmos do corpo, cozinha experimental, interação com palhaços, avaliações pedagógicas, assessoria às escolas e orientações às famílias.
EM 2020                                                                           
No início de janeiro, o Fort Atacadista de Chapecó avaliou o trabalho de outras possíveis instituições a serem beneficiadas. No primeiro semestre de 2020, o Verde Vida – Programa Oficina Educativa será contemplado pelo grupo. A entidade atua no município desde 1994 desenvolvendo importante trabalho social, de fortalecimento de vínculos e de convivência educativa, além de atuar na área ambiental. Atende jovens em situação de vulnerabilidade por meio de oficinas socioeducativas, com a prática de atividades lúdicas, de formação pessoal, de reforço escolar e de integração ao mercado de trabalho. Busca a autossuficiência financeira por meio da coleta seletiva de resíduos recicláveis, realiza a separação e a venda dos materiais, gerando emprego e renda para familiares dos jovens atendidos.
“O Troco Solidário é fundamental mediante o nosso comprometimento com os chapecoenses. Por meio do programa nos inserimos em diferentes espaços e conhecemos diversos projetos. Valorizamos muito as entidades que desenvolvem trabalho social na região, fortalecendo as ações comunitárias”, ressaltou o gerente do Fort Chapecó Legildo Araujo Cavalcante.
TROCO SOLIDÁRIO
O Fort Atacadista fomenta a responsabilidade social em todo o Brasil. O programa Troco Solidário surgiu em 2007 e repassou mais de R$ 9 milhões para mais de 260 entidades promovendo a melhoria da qualidade de vida de milhares de pessoas nas regiões em que a rede atua.

Veja também

Proteção no campo pelo bem da cidade07/05 José Zeferino Pedrozo - Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (FAESC) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC)...

Voltar para (Blog)