Postado em 11 de Abril às 17h12

Na crise, crie!

Diretor da Eletro Service, Adilson Campos, relata história da empresa na primeira edição do Programa Almoço Empresarial da ACIC em 2019 

De casa cheia, o empresário Adilson Campos relatou nessa quinta-feira (11) a trajetória de sucesso da Eletro Service durante o Programa Almoço Empresarial da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC). Na oportunidade, contou como foi começar a empresa do zero e depois crescer e evoluir com ela, passando por crises e aprendendo a criar oportunidades mesmo diante de cenários adversos nestes 17 anos de história. 
Tudo começou em 2002 em um almoço de família no qual Adilson e seus três sócios, Valdeci Aires, Ademar de Moraes e Ronaldo de Moraes, decidiram investir na fundação de uma empresa para instalações elétricas. Apesar das dificuldades – que não foram poucas – eles tinham muita vontade de vencer. E foi esta fé que fez com que sócios e, depois, os três funcionários começassem a história da Eletro Service. O empresário destaca que aquele foi um ano de começo e aprendizado.
Já em 2003 realizaram a primeira grande obra a considerar o tamanho da empresa, e acabaram tendo um prejuízo, que consideraram um aprendizado. “Quando se paga para aprender, a lição é sentida”, afirma o empresário. Nesse ano também conquistaram a primeira parceria com uma empresa multinacional para uma obra em Uberlândia, na qual chegaram com cinco dias de atraso a contar a data prevista e tiveram vários prejuízos. Apesar disso, souberam reconhecer que mesmo sem encerrar o ano com lucros, a empresa só iria crescer se houvesse uma mudança na estratégia. “Uma empresa só vai ter lucro no futuro se a gente trabalhar certo agora”, explica Adilson.
O ano de 2004 foi quando finalmente a empresa pode expandir seus negócios e ampliar, inclusive, a estrutura física com a construção de uma nova sede administrativa e a casinha azul onde tudo começou se tornou o espaço fabril para produção de paineis e depósitos. Nos anos seguintes o mercado seguiu aquecido e, em 2006, optaram por uma segunda expansão. Criaram os setores específicos, garantindo eficiência e capacidade que abriu portas para negócios internacionais a países como México, Chile, Paraguai, Peru, Uruguai, Emirados Árabes e outros.
Em 2014 Adilson conta que conseguiram a tão aguardada certificação pela iso9001. Mais uma vez, foi um ano de ampliação de frota e de reinvestir na empresa e aperfeiçoar a estrutura e serviços da Eletro Service. Após anos de perseverança para se manter em um mercado do segmento de instalações elétricas, em 2016 a crise política e com a economia estagnada, houve também uma pausa nos investimentos.
Em busca de novos mercados, acabaram por encontrar oportunidades de negócio mais perto do que esperavam, em Chapecó e região, por exemplo. “Na crise, crie! Pois é nesse momento que as boas oportunidades aparecem”, realça Adilson.
Participar pela primeira vez na Mercoagro Chapecó, em 2018, foi uma experiência reveladora para toda a equipe. Uma oportunidade que Adilson descreveu como excepcional para apresentar a marca a novos e potenciais clientes.
Adilson concluiu afirmando que quando começaram, a realidade era bem diferente e, na trajetória, foi possível ver que para se alcançar os sonhos é preciso persistir e acreditar – na equipe, na capacidade e nos clientes, sempre confiando que se pode moldar a própria história.
A Eletro Service atua no mercado de instalações elétricas industriais e produção de painéis de média e baixa tensão, levando qualidade, precisão e segurança para todo o território nacional e também a países do Mercosul. Com profissionais que entregam o melhor em tecnologia, aplica grande precisão em cada projeto de instalação e fabricação de painéis elétricos, sistemas preventivos e instalações externas. Também possui uma equipe especializada em estudos relacionados à eficiência energética. A empresa possui uma área de 5.000 m², pronta para atender todas as necessidades de produção e armazenagem.
O presidente da ACIC, Cidnei Barozzi, agradeceu a participação e reforçou o quão importante é integrar e trazer os associados da entidade para que contem suas histórias. A ACIC está engajada em trabalhar três pilares focados na melhoria de infraestrutura, inovação e aproximação do poder público para que a entidade possa fiscalizar e também ampliar ainda mais as reivindicações para efetivação das melhorias que Chapecó precisa.
O evento teve apoio institucional do Banco de Desenvolvimento Regional do Extremo Sul (BRDE), Certa Seguros, Fênix, Inviolável, Sicoob MaxiCrédito, Sicredi e Unimed.

Veja também

Voltar para (Blog)