Postado em 02 de Julho às 17h27

Senar/SC abre 200 vagas para o Curso Técnico em Agronegócio no Estado

Novas turmas serão nos polos de Braço do Norte, Campo Alegre, Rio do Sul, São José e São Miguel do Oeste

A profissionalização no meio rural já deixou de ser novidade e se tornou indispensável para quem deseja empreender no campo. O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) tem como missão levar realizar a educação profissional, contribuindo para um cenário de crescente desenvolvimento da produção sustentável, da competitividade e de avanços sociais no campo. Para oportunizar a qualificação de produtores e filhos de produtores, o Sistema Faesc/Senar abre cinco novas turmas do Curso Técnico em Agronegócio.
   As inscrições seguem até o dia 15 de julho no link http://procseletivo.etec.iea.com.br/inscricoes/loginAo todo serão 200 vagas sendo 40 para cada um dos polos de Braço do Norte, Campo Alegre, Rio do Sul, São Miguel do Oeste e São José. O presidente do Sistema Faesc/Senar José Zeferino Pedrozo destaca que, prioritariamente, as vagas serão preenchidas por produtores rurais ou seus familiares, ou ainda, colaboradores de produtores rurais. “A intenção é oportunizar o acesso ao ensino técnico, gratuito e de qualidade para aqueles que diariamente se dedicam dentro das propriedades rurais para o crescimento do agronegócio”.
            A coordenadora estadual do curso, Katia Zanela, explica que toda a documentação necessária para a inscrição e os prazos estão divulgados no edital. “O procedimento de classificação se caracteriza pela aplicação da metodologia de análise curricular. A metodologia consiste na análise do histórico escolar, anexado no momento da inscrição. Serão considerados classificados aqueles que apresentarem os melhores índices de aproveitamento escolar expressos matematicamente”, complementa.
            NÍVEL TÉCNICO DE QUALIDADE
O curso possui carga horária total de 1.230 horas, distribuídas em quatro módulos para o desenvolvimento da habilitação técnica profissional, totalizando dois anos. As atividades educacionais são semipresenciais, com os conteúdos a distância disponibilizados na Internet, no material impresso e nas videoaulas, além daqueles executados nos encontros presenciais, nos polos de apoio.Os encontros presenciais representam 20% da carga horária total do curso e contemplam aulas teóricas, práticas e avaliações. Os outros 80% são de modalidade a distância.
“A grade curricular do curso é excelente e completa. Abrange desde questões técnicas até gerenciais dentro das propriedades rurais. Os profissionais concluem o curso aptos a atuar em diferentes segmentos do agronegócio. Para nós é motivo de satisfação abrir novas turmas no Estado. Isso demonstra a força do agro em Santa Catarina”, observa o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi.
AMPLA PRESENÇA
A ampla abrangência do curso em Santa Catarina é comprovada com os 11 polos de apoio presencial nos municípios de Araranguá, Braço do Norte, Campo Alegre, Campos Novos Canoinhas, Fraiburgo, Rio do Sul, São Joaquim, São José, São Miguel do Oeste e Seara.
Já foram formados 335 técnicos em agronegócio no Estado e estamos com turmas em andamento em todos os polos. Outras cinco turmas passarão pela colação de grau no segundo semestre deste ano, passando dos 400 profissionais formados desde que iniciamos o curso em 2016. Isso é motivo de comemoração para o agronegócio”.

Veja também

Câmara de Vereadores homenageia a Unimed Chapecó23/04 A Câmara de Vereadores de Chapecó prestou uma homenagem aos 27 anos de fundação da Unimed Chapecó nesta semana.          O presidente do Poder Legislativo Municipal, vereador Ildo Antonini, acompanhado de assessores, entregou à diretoria da Cooperativa Médica uma MOÇÃO DE PARABENIZAÇÃO, aprovada......

Voltar para (Blog)