Postado em 05 de Abril às 16h11

Neste sábado: Dia da Família na Escola é marcado por intensa programação no Oeste

Ações acontecem em Xanxerê, Xaxim e São Lourenço do Oeste

Oficinas, dinâmicas com pais e filhos, palestra e mateada integram a programação do Dia da Família na Escola neste sábado (06), no Oeste. As atividades serão realizadas em Xanxerê, Xaxim e São Lourenço do Oeste. Na regional Oeste do SESI/SENAI, a programação contempla palestra com o tema “Pais e filhos na era da tecnologia”, oficina de comunicação, oficinas Maker, mateada e visita direcionada com os familiares aos laboratórios do SENAI, em Xanxerê, das 14h às 16h.
Em Xaxim, as atividades ocorrem das 08h às 12h, na praça Frei Bruno, com ação do SENAI com alunos e familiares e família no Recicla Xaxim. Oficina de comunicação, dinâmica pais e filhos, feirinha de adoção de animais, mateada e pipoca integram a programação do SENAI de São Lourenço do Oeste, das 15h às 16h30.
Em todo o Estado, 1,2 milhão de estudantes de escolas do Sistema S (SESI, SENAI, SESC, SENAC, SEST, SENAT e SENAR), além das unidades da rede pública (municipal e estadual), participam do Dia da Família na Escola neste sábado. A data, celebrada sempre em abril, tem o objetivo de sensibilizar os pais, alunos e familiares sobre a importância da formação para uma vida bem-sucedida e da continuidade dos estudos. A iniciativa virou lei em 2016, a partir de uma proposta do Movimento Santa Catarina pela Educação.
De acordo com o gerente executivo regional do SENAI e do SESI, Almeri Dedonatto, a campanha família pela educação é uma temática central do Movimento Santa Catarina pela Educação e acontece pelo quarto ano consecutivo. “O foco é a importância de permanecer na escola, concluir os estudos, incentivar a qualificação para o mundo do trabalho e fortalecer valores como respeito, disciplina, responsabilidades, espírito de colaboração, auto estima etc. A abordagem dessa campanha é conscientizar e sensibilizar a família para que ela possa ajudar os filhos a explorar e desenvolver as suas aptidões. Ao longo desses últimos anos desenvolvemos anualmente a campanha pais pela educação, celebrando o dia da família na escola, e o que percebemos é o engajamento e satisfação das famílias nessa causa com participação efetiva nas atividades programadas”.
            Para o presidente da Federação da Agricultura de Santa Catarina (FAESC), José Zeferino Pedrozo, o único caminho para o desenvolvimento cultural e econômico consiste na preparação de todos para os desafios dos novos tempos. “Por meio do SENAR/SC, estamos desenvolvendo esforços para a formação das novas gerações e a qualificação e requalificação dos adultos, habilitando-os às novas exigências das atividades laborais e empresariais da agricultura e do agronegócio. Sabemos que a participação da família reflete diretamente em melhorias nos índices dos alunos e na qualidade do ensino e, no meio rural, isso é ainda mais evidente porque melhora não apenas a produtividade, mas a qualidade de vida de todos os envolvidos”.
A falta de atratividade é um dos principais fatores que afastam os estudantes das escolas (40%), de acordo com estudo da Fundação Getúlio Vargas, com base na Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio (PNAD). Outra pesquisa realizada pela MenCare, organização que está presente em mais de 30 países, diz que filhos se tornam mais bem-sucedidos e felizes quando seus pais participam de forma ativa em sua educação. O relatório fala da importância da participação nas tarefas diárias das crianças e constata que os próprios pais também apresentam melhores índices de saúde física e mental quando são mais presentes na vida dos filhos. As crianças melhoram o desenvolvimento cognitivo e o desempenho escolar.
Para o vice-presidente regional oeste da FIESC, Waldemar Schmitz, o apoio da família aproxima os pais aos alunos e professores. “A participação da família melhora a comunicação, a transparência, valoriza mais os alunos, integrando e incentivando toda a comunidade escolar. Isso reflete diretamente em melhorias nos índices dos alunos e na qualidade do ensino”.
            PROGRAMAÇÃO DA PRÓXIMA SEMANA
Na sexta-feira (12) o Dia da Família na Escola ocorre no SENAI de Abelardo Luz, às 19h, com a atividade Família na Escola Conversa Legal. No sábado (13) as atividades serão realizadas em Chapecó, Pinhalzinho e Maravilha. Em Chapecó, será no SENAI, das 13h30 às 16h30, com gincana da família, reflexão com os pais sobre as atividades que já realizaram com o filho sobre orientação profissional, troca de livros, mateada e brinquedos infláveis.
O Sistema FAESC/SENAR promove, a partir das 13h, no sábado (13), na Escola Básica Municipal Andrei Marafon, no bairro Explanada, em Chapecó, uma gincana: os alunos que levarem o maior número de familiares serão premiados. Os três primeiros colocados receberão uma cesta de produtos coloniais e o primeiro lugar ganhará um quadro com uma foto especial do evento. Também será feito plantio de árvores, haverá cama elástica e algodão doce.
Oficinas temáticas nas Salas Maker, atividades e desafios pais e filhos, saúde e bem-estar e mateada integram a programação em Pinhalzinho, no SESI, das 14h às 16h. Em Maravilha será no SENAI, das 14h às 16h, com oficinas, mateada, divulgação de cursos e visitação ais espaços da unidade.
            Veja como ajudar os filhos na escolha profissional:
1.    Apoie e incentive os filhos a se informar sobre as profissões atuais e do futuro, pesquisando diferentes ocupações e perspectivas do mundo do trabalho.
2.    Sugira para a escola dos seus filhos promover conversas com profissionais de diferentes áreas de atuação.
3.    Faça visitas com seus filhos a lugares e eventos que mostram as profissões e os requisitos para formação profissional. Também visitem juntos escolas que atuam com a formação profissional.
4.    Esclareça que na vida nada é definitivo. Ainda mais a escolha das profissões. Conversar com os filhos sobre a possibilidade de correção de rumo é algo que pode tranquilizá-los.
5.    Respeite e apoie os interesses dos filhos desde pequenos (brincadeiras individuais e/ou em grupos, jogos, esporte, dança, participação em grupo de jovens, grêmio estudantil, atividades voluntárias, etc). Tudo contribui para a formação pessoal, profissional e cidadã.
6.    Incentive atividades extracurriculares. Elas ajudam os filhos a explorar e desenvolver suas aptidões e interesses.
7.    Promova a responsabilidade e a autonomia nas tarefas do dia a dia, como cuidar do material escolar, organizar o quarto, ajudar na rotina de casa, usar transporte público, fazer pequenas compras, etc.  
8.    Converse com os filhos sobre os objetivos de vida, o que pretendem alcançar na vida, seus sonhos, assim como suas inseguranças.
9.    Conte para seus filhos sobre a sua trajetória profissional, se teve, ou não, liberdade de escolha, se ficou satisfeito, o que faria de diferente agora, etc.
10.Fale sobre as profissões da família. Isso permite que o jovem amplie o seu conhecimento sobre o mundo das profissões e, também, tenha contato com diferentes trajetórias profissionais de pessoas mais próximas.

Veja também

AURORA: 50 ANOS - A soma de todos nós09/04 Por Mário Lanznaster - Presidente da Cooperativa Central AURORA ALIMENTOS e vice-presidente para o agronegócio da FIESC...

Voltar para (Blog)