Postado em 26 de Agosto às 17h28

IFC discute sustentabilidade e a eficiência da gestão de recursos pesqueiros

O evento técnico reúne congresso internacional, seminários de pesca e aquicultura e a feira de negócios Fish Expo Brasil no Maestra Grand Convention – Recanto Cataratas Resort em Foz do Iguaçu- PR, de 17 a 19 de setembro, no encerramento da programação da Semana do Peixe

O I Seminário Internacional de Aquicultura e pesca lança um olhar aprofundado sobre o panorama mundial da pesca extrativista  e promoverá um intenso debate sobre a eficiência dos mecanismos de gestão e manejo dos recursos pesqueiros, tendo como âncora o modelo de gestão através do sistema de  quotas de captura adotado pelo Alaska, uma referência mundial em pesca sustentável.  O evento que faz parte do International Fish Congress, vai reunir mais de 40 especialistas de 12 países de 17 a 19 de setembro no Maestra Grand Convention em Foz do Iguaçu, PR. 
A discussão ganhou destaque  com a divulgação do relatório “Situação da Pesca e Aquicultura no Mundo”  - SOFIA, preparado pela FAO em 2018. Ao analisar as tendências, o SOFIA 2018 aponta que, até 2030, a produção combinada de pesca de captura com a aquicultura chegará a 201 milhões de toneladas, um aumento de 18% em relação ao nível atual de produção, que é de 171 milhões de toneladas. Este aumento será pautado, principalmente, pelo ritmo de crescimento da aquicultura e da forma como serão enfrentados os desafios.
O debate ganha corpo e alertas a partir do dado de que a  quantidade de peixes capturados no ambiente natural estabilizou-se desde a década de 1990 e permaneceu praticamente estável desde então. O assunto abre os debates do Seminário Internacional da Pesca, que acontece em paralelo ao Seminário Internacional de Aquicultura, eventos do International Fish Congress, realizado de 17 a 19 de setembro em Foz do Iguaçu, PR. "A pesca vive grandes  dilemas há décadas: redução de estoques, insegurança jurídica, infraestrutura deficitária, etc. O Seminário Internacional de Pesca focará nos temas considerados  mais relevantes para o desenvolvimento sustentável do setor, como é o caso dos sistemas de gestão, de tecnologias de captura, conservação e processamento e dos desafios institucionais. O Brasil pode ser muito mais forte e representativo no setor de pesca", destaca o Ex Ministro da Pesca e Professor da FGV Altemir Gregolin
Inscrições
As inscrições estão abertas com os seguintes valores: até 05 de setembro, R$ 350,00 para profissionais e R$ 175,00 para estudantes; a partir de 06 de setembro e durante o evento, R$ 450,00 para profissionais e R$ 225,00 para estudantes. As inscrições devem ser realizadas pelo site: https://ifc.quemvai.com.br/ 
O  engenheiro de pesca, Sérgio Macedo Gomes de Mattos abre a programação com a palestra “Panorama mundial da pesca extrativista”.  Mattos tem graduação em Engenharia de Pesca pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1983), mestrado em Oceanografia pela Universidade Federal de Pernambuco (1998) e doutorado em Ciências do Mar pelo Instituto de Ciências do Mar do Conselho Superior de Investigação Científica da Espanha (2004). Atualmente é membro das entidades de classe Associação dos Engenheiros de Pesca de Pernambuco, da Federação Nacional dos Engenheiros de Pesca do Brasil e do Grupo de Ictiologia Marinha Tropical. Foi membro da Sociedade Brasileira Para o Estudos dos Elasmobrânquios - SBEEL, da International Union For The Conservation of Nature - IUCN (Grupo de Especialistas em Tubarões) e assessoria técnica do Grupo de Apoio à Pesca - GAP. Tem experiência na área de Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, com ênfase em Gestão e Avaliação de Estoques Pesqueiros Marinhos, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão pesqueira, nordeste, Pernambuco, pesca artesanal e bioeconomia pesqueira.
Gestão de recursos
Na sequencia serão debatidos os desafios institucionais para a gestão dos recursos pesqueiros marinhos na palestra “O papel da Academia, do governo e dos pescadores” com o palestrante Roberto Wahrlich, MSc. – UNIVALI.  No painel “Eficiência dos mecanismos de gestão e manejo” serão tratados de temas como quotas de captura, defeso e licenciamento  e modelos ecossistêmicos.
O especialista em sustentabilidade do Alaska Seafood Marketing Institute, Jeff Regnart  fala da experiência do Alaska e desafios vencidos pelo estado americano. Um debate acirrado sobre beneficiamento dos produtos da pesca vai reunir  os painelistas Andrea Dal Bó – UNIVALI, Erika Furlan – Instituto de Pesca e Alex Augusto Gonçalves – Secretaria de Aquicultura e Pesca. Tecnologia de ponta a serviço da pesca  será apresentada na palestra SAT-SAR: uma parceria entre a academia e o setor pesqueiro.
O painel “Formação de recursos humanos para o desenvolvimento das pescas”  vai reunir  um time de especialistas formado por  Dr. Márcio da Silva Tamanaha, – UNIVALI, Dr. Sérgio Makrakis,  – UNIOESTE  e Dra. Dariane Beatriz Schoffen Enke, – UNESP.
Sobre o International Fish Congress
Com o lema “Das águas ao consumo”  o evento tem o apoio das principais entidades do setor Aquabio - Sociedade Brasileira de Aquicultura e Biologia Aquática, Ocepar - Organização das Cooperativas do Paraná, ABIPESCA – Associação Brasileira da Indústria da Pesca, PEIXEBR - Associação Brasileira da Piscicultura, SINDIPI – Sindicado dos Armadores e Indústria da Pesca, ABRAPES – Associação Brasileira de Fomento ao Pescado e ABPA – Associação Brasileira de Proteína Animal,CNA/SENAR e ABRAS – Associação Brasileira de Supermercadistas.
As discussões tem o apoio da FAO - Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação e MAPA através da Secretaria da Aquicultura e Pesca. Entre os apoiadores estão ainda BRDE – BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, Fundação Terra, Governo do Estado do Paraná, ADAPAR e EMATER. O evento tem ainda o apoio científico da UNILA, UNIOESTE, UFFS, UNIVALI e Instituto Federal Paraná Campus Foz do Iguaçu e Copacol.

Veja também

1º International Congress Fish Congress & Fish Expo Brasil: Diretor Geral da FAO José Graziano da Silva abre o International Fish Congress02/07 O Diretor Geral da FAO - Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, José Graziano da Silva, ministra palestra de abertura do International Fish Congress, no dia 17 de setembro, em Foz do Iguaçu, Paraná. Com experiência de mais de 30 anos no setor de segurança alimentar, Graziano falará sobre o estado atual e......

Voltar para (Blog)