Postado em 13 de Junho de 2019 às 17h17

Sicredi financia sistema de energia solar para hospital do Oeste

Investimento na ordem de R$ 400 mil por meio de empréstimo financiado pela Sicredi Região da Produção RS/SC/MG gera economia e promove sustentabilidade

Foi inaugurado nessa quarta-feira (12) o sistema de geração de energia fotovoltaica do Hospital Nossa Senhora da Saúde (HNSS), de Coronel Freitas. Com investimento na ordem de R$ 400 mil, o sistema implantado conta com 200 placas solares que geram energia acima do suficiente para a demanda já existente do Hospital, o que assegura o funcionamento da instituição. O financiamento para a instalação das placas foi viabilizado pela Sicredi Região da Produção RS/SC/MG por meio de uma linha de crédito que fomenta a utilização de energia sustentável.
A execução do projeto foi dada a partir de contato feito entre a administração da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira (AHLVF) – entidade filantrópica que administra o Hospital Regional do Oeste (HRO), o Hospital da Criança (HC) e o Hospital Nossa Senhora da Saúde – e a agência Sicredi Santa Maria Chapecó, com apoio da gerente Giovana Milani e da gerente de contas do HRO pela Sicredi, Ligiane Cristina Weber. “Acreditamos que todas as ações, sejam as pequenas ou as maiores, geram impacto no nosso dia a dia. Somos uma cooperativa preocupada com o meio ambiente. Por isso, oferecemos soluções em linhas de crédito para quem investe em energias renováveis”, realça a gerente Giovana.
O investimento foi financiado por meio do Consórcio Sustentável, disponível para os associados ao Sicredi que desejam adquirir equipamentos ecoeficientes de forma cooperativada e segura. O HNSS de Coronel Freitas realizou o financiamento para o período de 84 meses, contando com três meses iniciais de carência.
De acordo com o presidente da AHLFV, Rogério Getúlio Delatorre, a economia gerada resultará em condições para pagar o financiamento e ainda com possibilidade de que a parcela seja valor menor que a fatura de energia, que era na ordem de R$ 9 mil/mês. A entrega técnica foi acompanhada pela equipe de engenharia da empresa MGM, cujos equipamentos são 100% nacionais fabricados pela WEG em Joinville. Comparada geração mensal no HNSS, a mesma corresponde ao fornecimento de energia para 120 residências.

Veja também

Prefeitura de Chapecó otimiza seu planejamento estratégico27/01 Planejar o futuro, corrigir fraquezas, potencializar forças e adaptar-se às mudanças do ambiente de maneira assertiva são elementos fundamentais de uma gestão pública que busca resultados. Pensando nisso, a Prefeitura de Chapecó finalizou a revisão do Plano Estratégico da Gestão Municipal (PEGEM), que aponta as necessidades do município e......
INTERLEITE SUL 2019: Sul do Brasil já adota ordenha robotizada29/04/19 A tecnologia está cada vez mais avançada e mais presente na cadeia produtiva do leite. Uma das expressões mais eloquentes é a ordenha robotizada, que vem sendo empregada no Brasil. Essa matéria será debatida na......

Voltar para (Blog)