Postado em 26 de Março às 15h25

Secretário de Desenvolvimento Urbano fala de ações do poder público para empresários

Américo do Nascimento Junior apresentou atividades da Secretaria em reunião do Conselho Deliberativo da ACIC Chapecó

As ações da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Chapecó (Sedur) foram apresentadas nessa segunda-feira (25) na reunião do Conselho Deliberativo da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) pelo secretário Américo do Nascimento Junior que participou do encontro a convite dos conselheiros. Além de expor as atividades da Secretaria, Américo relatou o que o poder público está fazendo para agilizar a liberação de alvarás de acessibilidade no município.

A Lei da Acessibilidade (10.098/00) foi sancionada no Brasil em 19 de dezembro de 2000 e estabelece normas para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. O município de Chapecó delibera sobre o tema a partir de três leis complementares principais: Lei Complementar nº 541/2014 (Plano Diretor), Lei Complementar nº 546/2014 (Código Municipal de Obras) e Lei Complementar nº 593/2017 (altera dispositivos da LC 546/2014).

Para auxiliar na resolução de questões que se apresentam na área, foi editado o Decreto nº 32.418, de 08 de abril de 2016, que instituiu a Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA). Integram a CPA 15 membros titulares e 15 membros suplentes, nomeados para mandato de dois anos. A ACIC é uma das entidades que integra a Comissão. “Uma de suas atribuições é editar resoluções para aplicação das medidas de acessibilidade que por sua temática, complexidade, caráter inovador ou custo elevado, não possam ser incorporados imediatamente”, frisou Américo.

O secretário também apresentou alguns números. No período de 12 de fevereiro até 22 de março deste ano foram feitos 592 pedidos de viabilidade de empresas. Por mês, são feitas mais de cem novas vistorias de acessibilidade. Atualmente, existem 39 projetos em análise.

“Internamente, aumentamos o quadro de analistas, implementamos o sistema Aprova Digital e unificamos as vistorias de Habite-se e de Funcionamento”, relatou Américo. O Aprova Digital tornou o procedimento de licenciamento de obras 100% eletrônico. A média de processos cadastrados por semana é de 160, sendo que desde sua implantação, em fevereiro, estão em tramitação 850 processos. O tempo médio de aprovação é 23 dias e a aprovação mais rápida é de quatro dias.
Quanto às obras gerais da Secretaria, existem 47 em andamento, 68 trechos de pavimentação asfáltica executados, 12 trechos e execução, sete em licitação e 12 em projetos. Outros 87 projetos e orçamentos estão em elaboração, entre eles de mobilidade urbana, pavimentação de ruas e melhorias em escolas.

O presidente do Conselho Deliberativo, Itacyr Centenaro, avaliou que diversas ações feitas pelo poder público não são de conhecimento da sociedade e da classe empresarial. “Por isso, é importante termos esses momentos de conversa. Temos uma agenda positiva com a prefeitura. A proposta é fazer com que se crie mais facilidade e estamos em constante evolução nesse processo. A ACIC e o Conselho Deliberativo estão sempre à disposição para dialogar”, concluiu.

Veja também

Industriais de Maravilha debatem compliance trabalhista23/09 Apresentar às empresas de Maravilha e região os benefícios do compliance trabalhista quanto ao cumprimento das normas e da segurança e saúde no trabalho. Esse foi o objetivo do Diálogo Industrial com o tema “Compliance trabalhista: redução de custos e segurança jurídica”, promovido nesta semana no município. A iniciativa foi dos......
ACIC no Legislativo: Após recesso, Câmara de Vereadores retoma sessões06/08 A primeira sessão do segundo semestre de 2019 na Câmara de Vereadores, realizada nessa segunda-feira (5), foi marcada pela visita do presidente da Igreja Renovar, pastor José Paulo Nogueira da Silva, com a presença de diversos......

Voltar para (Blog)