Postado em 29 de Abril às 17h50

Soluções para aprimorar o ambiente de negócios integram o Programa Cidade Empreendedora em Palma Sola

O projeto tem foco para a implementação de ações que visam melhorias administrativas e desenvolvimento local 

A cidade de Palma Sola, situada no Extremo Oeste catarinense, foi o primeiro município do Estado a aderir ao Cidade Empreendedora em 2019. O programa, desenvolvido pela Prefeitura com apoio do Sebrae/SC, tem por objetivo estruturar e implementar ações para fortalecer o desenvolvimento socioeconômico com incentivo ao empreendedorismo e estratégias para alcançar uma gestão pública eficiente. As atividades iniciaram no mês de janeiro com o lançamento e seguem com a discussão de várias estratégias de planejamento.
Em um dos encontros concretizados no fim de março foi construído o cronograma de soluções do Cidade Empreendedora Premium com participação do prefeito de Palma Sola, Cleomar José Mantelli, assessoria de comunicação e gestão, secretários de assistência social, saúde, administração, além das secretarias de infraestrutura e obras, agricultura e a agente de desenvolvimento (AD). Entre os dias 1º e 09 de abril, foram iniciados os trabalhos do programa com a discussão da solução para a estruturação e alinhamento da Sala do Empreendedor e a escolha do Agente de Desenvolvimento com a participação da consultora credenciada do SEBRAE/SC, Simone Grobe.
Ainda em abril foram discutidas soluções de acompanhamento dos processos licitatórios e estímulo ao programa Agricultura Familiar, bem como o acompanhamento do Plano Anual de Compras do município. O consultor credenciado ao Sebrae que conduziu as atividades foi Marcelo Donatti, que fará nova reunião no dia 06 de maio de 2019.
Os trabalhos do Programa Cidade Empreendedora estão apenas no começo e há expectativa com as resoluções dos problemas. “Há muito que aperfeiçoar dentro do serviço público e o Cidade Empreendedora vem para contribuir. Os consultores são mestres no assunto e essa credibilidade que o Sebrae passa é o que dá tranquilidade para fecharmos parcerias”, ressalta o secretário de administração, Mateus Dal Ponte.
As ações em Palma Sola são executadas em conjunto com a prefeitura, Conselho de Desenvolvimento Econômico, Associação Comercial e Empresarial e Câmara de Dirigentes Lojistas. O programa tem duração de dois anos.

Veja também

Esclarecimento sobre emissão e conservação de documentos fiscais para os negócios31/07 Contadores, assistentes e analistas da área fiscal, faturistas e demais profissionais que atuam na área fiscal e de emissão de documentos fiscais prestigiaram nesta semana o curso sobre “Emissão e Conservação dos Documentos Fiscais e Principais Operações Fiscais” promovido pelo Sindicato dos Contabilistas de Chapecó (Sindicont), em......

Voltar para (Blog)