Postado em 17 de Maio às 15h52

SENAI Chapecó recebe equipe do Organismo Nacional de Sanidade Pesqueira do Peru

País está estruturando um provedor de ensaios de proficiência e estará no município nas próximas duas semanas para conhecer normas e preparo de materiais

Nas próximas duas semanas, entre os dias 20 e 31 de maio, o SENAI Chapecó, entidade da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), recebe uma comitiva do Organismo Nacional de Sanidade Pesqueira (Sanipes) do Peru. O País está estruturando um provedor de ensaios de proficiência e estará em Chapecó para conhecer sobre as normas necessárias e preparo de materiais. A equipe do Provedor de Ensaios de Proficiência (PEP) do SENAI acompanhará a visita e apresentará o trabalho desenvolvido.
            Profissionais do Sanipes estiveram no município em 2016, quando conheceram o PEP e os Laboratórios de Análises de Alimentos do Instituto SENAI de Tecnologia (IST) em Alimentos e Bebidas do SENAI de Chapecó. O objetivo foi firmar uma cooperação técnica entre as instituições para implantação de um provedor no Peru. “Em 2016 eles vieram conhecer o Instituto e desde lá estamos conversando para dar continuidade. O objetivo da visita é aprender sobre as normas e como o provedor do SENAI Chapecó trabalha para levar como modelo para o Peru”, frisa a consultora do Instituto SENAI de Tecnologia em Alimentos e Bebidas, Gabrielle Chiarani.
            Nas próximas duas semanas, a equipe do Sanipes passará por capacitação nas Normas: ABNT NBR ISO/IEC 17043:2011 - Avaliação da conformidade – requisitos gerais para ensaios de proficiência; e ISO 13528:2015 - Métodos estatísticos para uso em ensaios de proficiência por comparação interlaboratorial. A equipe receberá, ainda, treinamento nos documentos acreditação CGCRE INMETRO, produção de itens de ensaios microbiológicos e manipulação de materiais de referência e materiais de referência certificados.
O SENAI/SC possui dois provedores de ensaios de proficiência: o PEP SENAI/SC LANAL, em Chapecó, que atua nas áreas microbiológicas e físico-químicas de alimentos, ração animal, cosméticos, águas, efluentes e bebidas; e o PEP SENAI/SC LANAE, em Blumenau, que atua nas áreas físico-químicas de águas, efluentes, qualidade do ar e têxtil.
De acordo Gabriele esse trabalho é fundamental para comprovar que os ensaios feitos em laboratórios, sejam eles de prestação de serviços ou laboratórios internos de indústrias, estão corretos e são de qualidade. “Os laboratórios das indústrias de alimentos e bebidas, por exemplo, realizam uma série de análises para obter informações sobre características como composição, valores nutricionais, propriedades físico-químicas e microbiológicas. As análises para controle de qualidade dos alimentos e bebidas servem principalmente para ter a certeza de que os produtos atendem a requisitos de legislação e são seguros para o consumo”.
Programas de Ensaios de Proficiência
O serviço de Programas de Ensaios de Proficiência por Comparação Interlaboratorial (PEP) foi implementado no SENAI de Chapecó em outubro de 2002, por meio de um projeto do SENAI DN (Departamento Nacional). Foram desenvolvidos quatro provedores de ensaios de proficiência do SENAI no Brasil. Em 2002 o PEP de Chapecó ofereceu dois parâmetros e teve a participação de 15 laboratórios.
Atualmente, o PEP SENAI/SC LANAL do IST Alimentos e Bebidas oferece 180 parâmetros distribuídos em 22 matrizes para a área microbiológica e 153 parâmetros distribuídos em 30 matrizes para área físico-químicas de alimentos, ração animal, cosméticos, águas, efluentes e bebidas. Atendeu, em 2018, 282 clientes, sendo 18 internacionais distribuídos em nove países (Paraguai, Colômbia, El Salvador, Bolívia, Angola, Nicarágua, Argentina, Peru e Panamá).
Desde de 2011 o PEP SENAI/SC LANAL é acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE), do INMETRO, de acordo com os requisitos da norma ABNT NBR ISO/IEC 17043:2011 e possui Habilitação REBLAS da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
A coordenadora e responsável técnica do provedor de Chapecó, Joseane Bassani, explica que a participação em Programas de Ensaios de Proficiência permite avaliar continuamente o trabalho dos laboratórios e o desempenho individual de cada participante, norteando a detecção dos erros, propiciando o aprimoramento das técnicas operacionais e a melhoria da qualidade das medições. “Bons resultados nestes programas garantem maior confiabilidade para os clientes e desempenham um papel importante no processo de acreditação ou credenciamento do laboratório”.

Veja também

Programa Cidade Empreendedora intensifica ações para abertura da Sala do Empreendedor em Caibi31/05 Caibi está entre os municípios do Extremo Oeste catarinense que aderiu ao Programa Cidade Empreendedora neste ano. Desde o lançamento, realizado em março, várias ações estão em andamento com o objetivo de implementar políticas públicas de desenvolvimento que promoverão a transformação local. A iniciativa é resultado de......
Radialista de Tubarão será homenageado no Encontro da Imprensa de SC21/05 Com 50 anos de atuação na radiodifusão, o jornalista e radialista Geraldo Luiz Salvador, de Tubarão, será homenageado no 12O ENCONTRO DA IMPRENSA CATARINENSE, considerado o maior evento da comunicação......

Voltar para (Blog)