Postado em 17 de Junho às 17h33

Programa Gestão de Indicadores e Resultados inicia nova turma no Extremo Oeste de SC

Com resultados comprovados no que se refere ao aumento da competitividade dos negócios, o Programa Gestão de Indicadores de Resultados (GIR) iniciou uma nova turma neste ano, em São Miguel do Oeste. A solução trabalha o desenvolvimento do pensamento estratégico para direcionar o futuro do negócio a partir de iniciativas que sejam fruto da reflexão, pesquisa e conhecimento do ambiente de atuação.
A aula inaugural foi realizada recentemente e o próximo encontro será no dia 13 de agosto com o módulo Indicadores de desempenho. A iniciativa é desenvolvida pelo Sebrae/SC e reúne empresários e profissionais das seguintes empresas: Letavo Alimentos de Paraíso, Cooperativa de Crédito Rural de São Miguel do Oeste (Sulcredi), Cooperativa Regional do Extremo Oeste (Cooperoeste) de São Miguel do Oeste, Dimeoeste Comércio e Produtos Farmacêuticos de São Miguel do Oeste e Inova Implementos Rodoviários de Caibi.
O GIR possibilita a adoção de um modelo de gestão com base em indicadores e metas e tem entre os objetivos o desenvolvimento do pensamento estratégico para direcionar o futuro do negócio a partir de iniciativas que sejam fruto da reflexão, pesquisa e conhecimento do ambiente de atuação.  Com duração de 14 meses, inclui atividades workshops, encontros empresariais e tem entre os grandes diferenciais as consultorias exclusivas que acontecem na organização, com carga horária de 127 horas. Ao todo, a solução conta com 211 horas e abrange todas as ferramentas necessárias para obter uma gestão moderna e melhorias na performance do empreendimento.
O analista técnico do Sebrae/SC, Miguel Gomes Garrido, assinala que o GIR é essencial para auxiliar os empresários a atuarem com foco na gestão com base em indicadores e resultados, possibilitando trabalhar de maneira planejada para atingir as metas traçadas. “Tivemos relatos importantes de empresários, demonstrando que a evolução realmente acontece, o que é fundamental para aumentar a geração de empregos e movimentar a economia da região”. 
Exemplo disso é o empresário Daniel Bedin, da Piscinas São Miguel, que faz parte do grupo que teve início no ano passado.  “Apesar de não ter terminado ainda, o GIR já demostrou ter muita importância dentro de nossa organização administrativa. Foram momentos em que saímos um pouco do âmbito geral da empresa e focamos dentro de cada detalhe nos setores de finanças, marketing, processos e agora estamos trabalhando a parte do RH. Focamos nessas situações específicas, principalmente, através das visitas in loco na empresa”.
Segundo Bedin, a avaliação é muito positiva. “Esclarecemos dúvidas e tivemos a oportunidade de buscar mais detalhes para melhorar a gestão. Recomendo a participação de qualquer empresa que me perguntar. Além da troca de ideias com colegas de outras empresas, os consultores responsáveis têm importância significativa no aperfeiçoamento das ações, tanto que mantivemos contato com àqueles que já concluíram suas etapas. O RH está em andamento e também é positiva a avalição. É um investimento que traz retornos importantes para o crescimento da empresa”.
O empresário Miguel Bocalon, da Sysmo Sistemas Ltda, enfatiza que o programa permite clarear os objetivos e metas da empresa. “Com a filosofia implantada buscamos concentrar esforços em tarefas produtivas e para o bem comum dos negócios. O envolvimento de todos com o planejamento é o ponto alto do projeto. Os colaboradores buscam convergir os esforços e investimentos para o que realmente trará resultados. Com certeza teremos efeitos melhores em termos de satisfação interna, engajamento da equipe, melhor atendimento aos clientes atuais, potencialização de novos clientes e, consequentemente, atingir o grande objetivo de todas as empresas que é o resultado financeiro positivo”, finalizou. 

Veja também

Santa Catarina quer retomar a exportação de pescados para União Européia26/03 Maior produtor de pescados do Brasil, Santa Catarina se prepara para retomar as exportações para União Europeia. Uma parceria entre a Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca (SAP/MAPA) e a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca......

Voltar para (Blog)