Postado em 29 de Março às 16h07

Jeremias Oberherr aborda atitudes de um vendedor de sucesso

Palestra foi iniciativa da CDL Chapecó e reuniu 180 pessoas

 “Vender é uma arte, uma habilidade que pode ser desenvolvida. Ninguém nasce vendedor, mas se torna um”, afirmou o especialista em fechamento de vendas Jeremias Oberherr durante a palestra “A fantástica arte de vender”. O evento foi promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL) e reuniu 180 participantes.
Oberherr falou sobre como desenvolver a arte de vender, quais as atitudes de um vendedor que se manteve no mercado, o que é preciso para encantar o cliente e como ser diferente em um mercado tão competitivo. Segundo ele, dados de pesquisas demonstram que vendedores campeões de vendas têm atitudes semelhantes, independente do mercado, produto ou clientela.
O palestrante citou cinco atitudes que fazem a diferença, entre elas a importância de alimentar a mente com conteúdo intelectual de qualidade. “É preciso se atualizar, buscar informações relacionadas a sua área de atuação a fim de ampliar o conhecimento, mas isso deve ser feito em livros, revistas e sites de credibilidade”, orientou.
Salientou, ainda, a importância de “cuidar do jardim” em vez de “correr atrás das borboletas”. “Muitos vendedores querem conquistar os melhores clientes e vivem incansavelmente em busca disso, mas esquecem de cuidar de sua vida profissional. Quando um vendedor se preocupa com sua carreira, em se qualificar, se atualizar e estar sempre inovando, automaticamente atrairá os melhores clientes porque o seu diferencial será notado”, observou.
Atitude também faz a diferença no momento das vendas. O especialista destacou que o vendedor não pode dar desculpas, precisa gerar resultados. “Quando um profissional de vendas dá desculpas ele não consegue obter resultados e quando dá resultados não tem tempo para desculpas. Ou seja, enquanto um espera acontecer o outro faz acontecer e esse sim é um grande diferencial na hora da venda”.
O presidente da CDL Chapecó Clóvis Afonso Spohr ressaltou que a entidade tem como foco representar, integrar e desenvolver o comércio promovendo o associativismo e prestando serviços com produção de informação e profissionalização empresarial, como é o caso dos cursos e palestras. “Vivemos em um mundo de constantes mudanças e todo profissional precisa se reciclar. A venda é a razão de existir do comércio e, por isso, deve ser qualificada a fim de atender as demandas do público-alvo”. 

Veja também

Recursos em fuga15/04 Por José Zeferino Pedrozo - Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (Faesc) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC)...
SIPAT 2019: Pelo meu bem-estar04/07 A importância de prezar pelo bem-estar próprio norteou a programação da Semana de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT) 2019 da Hospital Unimed Chapecó, promovida de 24 a 28 de junho. Este ano, o tema......

Voltar para (Blog)